28 de jun de 2012

Sobre amar o céu

Tem gente que gosta de olhar o mar, tem quem goste de admirar a natureza, e ainda os que deleitam-se olhando para o horizonte durante o por do sol. Eu, particularmente, gosto de olhar as estrelas. Desde sempre... Elas são todas imensas, mas nos parecem pequeninas. Elas não se mostram todas as noites, mas sempre estão lá. Elas sabem a hora de sair de cena, todas as manhãs dão lugar ao Sol. Também gosto de olhar a Lua, desde os primeiros anos da infância. Sim, um dia tentaram me convencer de que a Lua cheia vinha acompanhada pelo Lobisomem, e eu deixei de olhar pra ela por uma semana, até que ela deixasse de estar cheia e o perigo acabasse. Até que um dia ele acabou e não voltou no mês seguinte... Hoje, antes de olhar para a Lua eu olho para o chão, pois quanto acordo, as luzes dessa cidade frenética ainda dormem e eu posso ver o brilho da Lua a clarear o quintal de casa, então olho pro céu, pois não há nada que se compare a observar a lua antes do café da manhã... Eu, particularmente, gosto de olhar as estrelas. Desde sempre, pois mesmo aparentemente pequeninas elas estão lá, mesmo que não se mostrem todas as noites, elas estão sempre lá, e eu, eu ando nas ruas olhando para o céu, caminho acima das nuvens e posso tocá-las.

Nenhum comentário:

Postar um comentário