11 de fev de 2012

Faculdade: Primeiro dia

Antes de começar eis um pequeno fato: eu odeio o transporte público dessa cidade.
Meu dia começou bem cedo, antes das 5:00 da manhã, levantei, me aprontei e saí de casa com meu tio.
Peguei o micro-ônibus por volta das 6:00 horas e adivinhem... Completamente lotado. Sim, essa é a forma de a cidade dizer "Bem-vinda a realidade".
Desembarquei na Estação Metrô Carrão às 7:07 (não, eu não acredito nessa história de "tem alguém pensando em mim"), mesmo porque nesse momento a única coisa na qual conseguia pensar era "Meu Deus, faz com que não tenha trote".
Quando entrei na van da faculdade meu humor já começou a melhorar, o motorista estava ouvindo Elis Regina, "O bêbado e a Equilibrista", nada mau para uma primeira impressão.
Ao chegar no campus me levaram para a sala de cinema para a apresentação de boas-vindas e... mais música boa, só que dessa vez instrumental e ao vivo, a trilha incluiu clássicos da MPB como "Sampa" e "Carinhoso" (essas músicas me lembram ótimos momentos da infância).
Apesar de uma playlist de muito bom gosto, com o tempo prolongado aquele som de fundo foi me dando um sono... Aah gente, não estou acostumada a acordar tããão cedo assim.
Depois da apresentação geral, a coordenadora dos cursos de Informática (pasmem, coordenadorA, sim, uma mulher, isso me deixou muito satisfeita) nos levou para a nossa sala, se apresentou e falou sobre a grade do curso, a minha reação: Muito amor *-*
Conheci também o professor de Programação para Web que, contrariando todas as minhas expectativas, pediu que nos apresentássemos.
Não sei se foi pelo fato de ser o primeiro dia e em plena sexta-feira, mas havia mais ou menos 10 pessoas, isso porque estavam juntas as "turmas" de Ciência da Computação e Sistemas de Informação.
Fizemos um tour pelo campus e fomos dispensados.
Eu quase me perdi, demorei duas horas pra chegar em casa (trajeto que eu teria feito em cerca de uma hora não fosse meu engano). Cochilei no ônibus e acordei com a minha mãe me ligando já preocupada.
Cheguei em casa com muita dor de cabeça (provavelmente fome, minha aula é das 7:30 às 10:30 sem intervalo. Tive que apelar pra um Doritos) e quando contei pra minha mãe a minha aventura e disse que havia cochilado no ônibus ela me falou: "Bem-vinda a vida adulta, acordar cedo e dormir no ônibus".
Bom, esse foi meu primeiro dia de faculdade, não posso dizer que foi o primeiro dia de aula, mas na segunda é bem provável que eu já possa falar sobre esta. Se você teve paciência de ler até aqui só tenho mais uma coisa a dizer: Sabe qual foi a minha conclusão a respeito desse dia? Nenhuma, ou melhor, a minha conclusão é que só poderei fazer alguma conclusão daqui a algum tempo, ou talvez nunca haja uma conclusão.

9 de fev de 2012

Finalmente criei coragem

Desde o meu último dia de aula no Ensino Médio (29/11/2011) penso em criar um blog para expor todas as minhas dúvidas, inquietações, dilemas e, é claro, algumas certezas.
Pensei em diversos nomes, layouts e formas de começar, porém, nada parecia funcionar. Até que em meio a uma conversa com uma amiga (posso te chamar de amiga néh gatinha) comentei sobre a minha vontade de criar um blog sobre essa nova fase e ela me disse "Serei sua leitora número 1". Acho que isso foi o que eu precisava, no mesmo dia escolhi o nome e o visual.
Gostaria de ter começado antes, para falar de todas as coisa pós-Ensino Médio e pré-Faculdade, mas como não consegui começo hoje, um dia antes da minha primeira aula na faculdade e pretendo ao longo do tempo postar sobre como está a minha vida e, ao mesmo tempo, o que fez com que ela estivesse assim agora...

Obs.: Perdoem-me pelo mau-jeito, mas só consigo pensar no que me espera amanhã.