5 de mar de 2012

Pedindo licença: explicando a tag

Para aqueles que leem o blog desde o primeiro post (leia aqui), nele eu deixei claro que o blog seria uma espécie de diário no qual eu além de relatar essa nova faze da minha vida, ia falar também sobre os passos que me trouxeram até aqui.
Não precisei nem de 1 mês de blog para perceber que AINDA NÃO ESTOU PRONTA PARA FAZER UM DIÁRIO. Às vezes isso me deixa triste, pois sei que quando uma pessoa acompanha um blog, ela espera novidades diárias (eu mesma sou assim), mas não adiante eu fazer um post por dia se eles não tiverem qualidade. Portanto, o blog deixou de ser um diário virtual e passou a ser um caderninhos virtual, daqueles que você não escreve sempre, mas quando escreve é com o coração, falando de coisas que realmente considera dignas de serem lembradas, sabe?!
Mas como todo caderninho que se preze, não consegui ficar só em Faculdade e afins. Decidi falar não só das coisas do dia-a-dia, mas também dos meus sentimentos diários, afinal, qual é o caderninho que não tem nenhum espacinho reservado do tipo "Como estou me sentindo hoje"?! Eu amo escrever, isso me faz extremamente bem, porém, escrevendo apenas sobre a faculdade acabo ficando limitada.
Foi justamente para acabar com essa limitação que resolvi criar  uma tag específica para os meus pensamentos, dúvidas, relatos, desabafos e etc. O nome? "Pedindo licença". Por que? Simples, porque quando você leu meu primeiro post (você leu néh?! ^_^) viu que eu ia falar sobre essa mudança de fase, então, se eu quero falar sobre outros assuntos, eu preciso pedir licença =)

2 comentários:

  1. Super bacana seu blog.

    Quando puder passe lá no meu doce blog, vai ser prazer ter sua companhia!!!

    bjs

    www.tatidesignercake.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Tati, muito obrigada pela visita, vou passar no seu blog agora mesmo =)

      Excluir