14 de mar de 2012

Dica: Testes vocacionais

Testes vocacionais são uma ótima ferramenta na hora de escolher o caminho a seguir. Entretanto, vale ressaltar que você não deve deixar-se influenciar completamente por eles. Use-os como uma forma de reafirmar as certezas que você possui (tanto positivas quanto negativas).
A maioria desses testes te dará ao menos cinco opções, portanto, se você fizer um teste e ele mostrar apenas uma profissão no resultado, não confie nele, pois é impossível dizer, com exatidão, para que tarefa uma pessoa tem vocação. O que pode-se indicar são resultados baseados em estimativas relativas ao perfil desta pessoa.
Existem algumas dezenas (ou até centenas) de testes vocacionais na internet e, apesar de possuírem o mesmo intuito, eles são bem diferentes entre si. Alguns trabalham com perguntas, em outros você atribui notas para seu possível desempenho em determinadas atividades e etc. Uns são mais específicos (quando você já tem alguma profissão em mente e deseja saber se é isso mesmo o que quer), outros são mais genéricos (mostram áreas de atuação pelas quais você pode se interessar).
Eu, particularmente, fiz dezenas de testes vocacionais ao longo dos dois últimos anos do Ensino Médio. Boa parte deles apontavam para as áreas de Arte (o que é bastante óbvio levando em conta que eu queria cursar Artes Cênicas). Depois, conforme comecei a me interessar por áreas distintas passei a fazer testes mais específicos e foi aí que comecei me desesperar (quase entrei em crise existencial). Isso porque fiz testes de Ciência da Computação, Sistemas de Informação, Artes Cênicas, Jornalismo, entre muitos outros e no resultado todos diziam coisas do tipo "Sinal verde. O que você está esperando para se matricular?". Com "sinal verde" para tantas áreas distintas comecei a ficar ainda mais confusa. Foi quando conheci uma maravilha chamada "Máquina das Profissões" (clique aqui para acessar). Esse, apesar de ser mais genérico, foi o único que teve resultados diferentes dos que eu fiz antes (aqueles que apontavam sempre para as áreas artísticas). Ele me me deu várias opções e, entre elas, estava Programadora de computadores e eu pensei "Sim, é isso, finalmente um teste que me entende" (tá, eu sei que parece loucura, mas foi exatamente o que pensei). Além das opções de profissão, o teste indica seu tipo de personalidade e ainda mostra alguns grandes nomes da História da Humanidade que tiveram a mesma personalidade que você (é para se sentir o máximo).
São 60 perguntas, mas eu garanto que depois que você começa, termina rapidinho.


Nenhum comentário:

Postar um comentário